Estação Itaquaquecetuba

A Estação Itaquaquecetuba é uma estação ferroviária, pertencente à Linha 12–Safira da CPTM, localizada no município de Itaquaquecetuba, no estado de São Paulo.

A estação foi construída pela EFCB em 7 de fevereiro de 1926, junto com a Variante Poá, que foi inaugurada somente em 1 de janeiro de 1934. Nos fim dos anos 70 recebeu um novo prédio construído pela RFFSA. Desde 1 de junho de 1994 é administrada pela CPTM.

Estação Itaquaquecetuba

Estação Itaquaquecetuba História da Linha 12

A Linha 12 Liga a estação Brás (antiga Roosevelt) à estação Calmon Viana, em Poá, onde se encontra paralelamente com a Linha 11. Atende, além de São Paulo e Poá, o município de Itaquaquecetuba.A linha teve sua construção iniciada em 1921 pela Estrada de Ferro Central do Brasil, era chamada oficialmente Variante de Poá, mas também era conhecida como “variante de Calmon Viana”, “Leste – Variante” ou simplesmente “Variante” (expressões que a diferenciavam da chamada linha “Leste – Tronco”, atual Linha 11 da CPTM). Ela tinha um traçado mais suave em termos de curvas e aclives quando comparada com a linha original que seguia de Poá ao Tatuapé, no ramal de São Paulo, daí sua construção.

A linha até hoje conhecida como “Variante de Poá”, foi inaugurada somente em 1 de abril de 1934 (depois de uma interrupção de oito anos nas obras), já oferecendo serviços suburbanos para bairros então considerados como “rurais”, ao sul do Rio Tietê. Com o tempo, Ermelino Matarazzo, São Miguel Paulista, Itaim Paulista e Itaquaquecetuba, se tornaram localidades densamente habitadas, principalmente por migrantes nordestinos e seus descendentes, o que sempre foi considerado como fator responsável pelo fato de a linha guardar até meados dos anos 2000 o rótulo de “a linha mais problemática de trens metropolitanos em São Paulo”.

A Variante foi eletrificada na segunda metade da década de 1950, embora os trens de subúrbios puxados por locomotivas a vapor tivessem resistido até o ano de 1963, o que aumentou a fama de precariedade da linha. Já na década de 1960, a linha operava com os trens unidade elétricos mais velhos da Central em São Paulo (os conhecidos série 100, originários do Rio de Janeiro, fabricados na década de 1930).

Na noite de 5 de junho de 1959, ocorreu um grave acidente na Estação Engenheiro Goulart, na zona leste de São Paulo, quando dois trens de passageiros TUE Série 100 colidiram frontalmente. Com cinquenta vítimas fatais, esse foi o um dos maiores acidentes ferroviários já ocorridos no Brasil.



Em 1975, a linha passou a ser administrada diretamente pela Rede Ferroviária Federal, que desde 1957 tinha a Central do Brasil como uma de suas subsidiárias. Em 1984, passou para a Companhia Brasileira de Trens Urbanos, que herdou todo o serviço de trens metropolitanos da Rede. Em 1994, a linha foi “estadualizada” e passada às mãos da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos, que atualmente está investindo na recuperação e modernização completa da linha, com a construção de novas estações e requalificação das antigas, no isolamento mais eficiente da faixa patrimonial (indispensável para a redução de acidentes e de vandalismos contra os trens), além de reformas na via permanente e em praticamente todo o material rodante.

Em 29 de janeiro de 2008, o governador José Serra inaugurou a estação USP Leste e a estação reconstruída de Comendador Ermelino, obras que marcam o início da modernização e dinamização da Linha, bem como a entrega de trens reformados e as estações Itaim Paulista (reconstruída) e Jardim Helena–Vila Mara também foram entregues por sua vez em 28 de maio, com a presença do Governador José Serra e do Prefeito de São Paulo Gilberto Kassab. Em julho de 2008 foi entregue a estação Jardim Romano, e mais recentemente em agosto de 2013 foi inaugurada a nova estação São Miguel Paulista, construída alguns metros à frente da antiga sentido Brás.

Estação Itaquaquecetuba Mapa

 

Vagas Estação Itaquaquecetuba – Trabalhe Conosco

A Estação Itaquaquecetuba disponibiliza vagas de trabalho durante todo ano. Para se informar sobre os processos seletivos e se candidatar as vagas acompanhe o site da empresa, onde é possível se informar sobre vagas abertas, salários e competências necessárias para se candidatar ao processo.

Horário de Funcionamento Estação em Itaquaquecetuba

  • Todos os dias das 04h às 23h58

Onde fica, Endereço e Telefone Estação em Itaquaquecetuba

  • Av Presidente Tancredo Neves, 746 – Itaquaquecetuba – SP
  • Telefone: (11) 4640-1286

Mapa de localização





Deixe seu comentário